são jooao


João Pessoa, 06 de Dezembro de 2019.



> NOTÍCIA


Publicado em 18/11/2019 14h26

Justiça determina internação de idoso que vivia dentro de bueiro na PB

A decisão foi tomada após relatórios do Creas indicar que o idoso vivia em condições subumanas, insalubres e que colocava a vida de outras pessoas em risco, já que sofre de problemas psicológicos.

Ouça o áudio:  Justiça determina internação de idoso que vivia dentro de bueiro na PB

O homem foi encaminhado ao hospital psiquiátrico Dr. Edigley Maciel, em Campina Grande, onde deverá receber tratamento até sua recuperação integral. (Foto: reprodução)

Após solicitação do Ministério Público, a Justiça da Paraíba determinou a internação de um idoso que vivia dentro de um bueiro na BR-230, próximo ao município de Ingá. A decisão foi tomada após relatórios do Creas indicar que o idoso vivia em condições subumanas, insalubres e que colocava a vida de outras pessoas em risco, já que sofre de problemas psicológicos. O homem foi encaminhado ao hospital psiquiátrico Dr. Edigley Maciel, em Campina Grande, onde deverá receber tratamento até sua recuperação integral. 

A Juíza acatou todos os relatórios, que também destacaram relatos de motoristas que já se depararam com ele jogando pedras e outros objetos em veículos e realizando travessias perigosas em estado agitado, colocando em risco a própria vida e a de outras pessoas que transitam no local.

A ação de internação compulsória foi ajuizada pela promotora de Justiça de Ingá, Cláudia Cabral Cavalcante, e teve o pedido de liminar deferido pela juíza da 2ª Vara, Isabelle Guimarães. 

A internação do idoso ocorreu após a promotoria e as secretarias de Assistência Social e de Saúde do município realizarem, na última quarta-feira (13), uma ação conjunta para resgatá-lo e encaminhá-lo a tratamento médico e psiquiátrico para que seja possível a reinserção dele na família, mas o idoso não aceitou a ajuda profissional. Por isso, foi ajuizada a ação julgada no dia seguinte.

De acordo com a promotora de Justiça, relatórios psicossociais elaborados pelo Centro de Referência em Assistência Social do município (Creas) indicavam que o idoso vivia em condições subumanas e insalubres, dentro de um boeiro às margens da BR-230, perambulando pela rodovia federal e pela estadual que dá acesso a Ingá, em estado agitado. 

A alta hospitalar do idoso deverá ser comunicada pela direção do hospital à Justiça.

Fonte: Da internet
TAGS
    Nenhum resultado encontrado.
Bookmark and Share
TV TSPB Rádio TSPB 100.5

Colunistas

Categorias

Facebook

Twitter

Vídeos

Parceiros

    Nenhum resultado encontrado.